terça-feira, 16 de março de 2010

Nunca corro atrás do vento...



"Nunca corro atrás do vento e não me importo em que direção ele vai, ele
sempre passa por mim.
Vivo este dia, a vida que está dentro de mim, sempre da melhor maneira que
posso.
Não deixo ninguém a espera de uma palavra.
Mas, as que digo, são evasão do meu interior,pois brotam do meu coração,
que está sempre aberto aos seres humanos, e, principalmente às pessoas que
amo.Porque, talvez, do meu lado esteja uma pessoa que sofre e chora em
silêncio e choro com ela.
Não deixo para amanhã a minha palavra de carinho presa na garganta, porque,
talvez me falte outra oportunidade de dize-la.A morte se sobrepõe a vida.
Não deixo a fidelidade presa só para mim, a demonstro de coração, no meu
gesto de amor, no valor que dou a sua amizade que me faz feliz, na
transparência do meu ser.
O quanto posso ser solidário, a grande e sincera amizade que te devoto, os
melhores dos meus sentimentos, lhe deixo a certeza, de que meu coração bate
a todo momento por você.
Busco sempre alguma alma ferida, que precise das minhas palavras.
Uma amizade, que espera por um humilde gesto de afeto meu.
Divido meu pão com quem esteja com fome, torço por um doente encontrar a
cura, oro sempre por alguém que nem conheço e desejo intensamente que seja
feliz, por estar viva, mesmo nem sabendo em que lugar esteja.
E sei que Deus habita no meio daqueles que tem a posse do maior sentimento
universal: O AMOR!!!
Autor deconhecido
Foto da net

4 comentários:

Helga disse...

Como gostava de ás vezes poder acreditar que o 'Amor' tudo pode. Infelizmente os homens fabricaram um sentimento muito maior e mais fácil de sentir... o 'Ódio'.

Beijinhos :)

tagskie disse...

hi.. just dropping by here... have a nice day! http://kantahanan.blogspot.com/

Diego Cosmo disse...

http://dcosmo.blogspot.com - Constantes reflexões, Rumo a novos pensamentos! "Andarilho"

Anderson Fabiano disse...

parabéns, amiga!
você já domina um dos melhores ensinamentos do Pai.
meu carinho,
anderson fabiano
ps: espero você no meu novo espaço:
letras-profanas.blogspot.com